Escolha uma Página

O PIB da cadeia do agronegócio tem uma participação na economia de quase um quarto (23%) do Produto Interno Bruto Nacional. O volume exportado pelo setor apresentou crescimento de mais de 244% entre 2000 e 2017. Analisando estes números podemos perceber a importância do agronegócio no Brasil.

O setor agropecuário foi um dos únicos que não parou de crescer mesmo com a crise. O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, afirmou que o crescimento agrícola é devido à motivação dos produtores em incorporar tecnologia e agregar valor à produção.

Na agricultura, a biotecnologia possibilita que tenhamos um cultivo ideal mais rapidamente pela incorporação de gene que resultará em característica desejável na planta. É por isso o uso da biotecnologia quando compramos sementes. As sementes com essa tecnologia ajudam e facilitam sua vida, já que podem possuir maior eficiência, com maior produção, tolerância a estresses, resistência a defensivos agrícolas, etc.

Os benefícios são tantos que, segundo o CIB (Conselho de Informações sobre Biotecnologia), essa é a tecnologia adotada mais rapidamente que todas as outras na história recente da agricultura. Na safra 2016/17 a adoção dos eventos transgênicos atingiu 93,4% da área total cultivada com as três culturas soja, milho e algodão, segundo  Céleres Consultoria. São 49,1 milhões de hectares com culturas transgênicas.